quinta-feira, 19 de julho de 2012

Juntos (Together)



Um tópico que nunca falei é o casamento e felizmente há uns dias atrás fui a um e deu inspiração para falar neste tema


A topic that I never talked about is marriage and a few weeks ago it was inspirational precisely because I went to a wedding


Muitos têm medo, outros nem por isso; uns têm noção do compromisso, outros não; uma grande prova de amor ou uma grande loucura. Não há uma resposta certa, mas todos nós temos uma perspectiva e eu tenho a minha

Some are very afraid of it, others aren't; some are aware of the comitment, other aren't; the greatest proof of love there is or something crazy. There's no right answer, but we all have a perspective and I have mine


Muita gente diz que tudo parte do que se vê em casa. Os nossos pais são a base e se as coisas não correm como prometido há probabilidades que haja medo de compromissos e há medo que se siga as pegadas dos pais. Muitos ficam tão perturbados e tão alterados com a separação dos pais que deixam de todo de pensar ter família e começar uma relação com alguém.

Alot of people say that it all begins at home. Our parents are the basis and if things don't go as promised there's a slight chance that person will get afraid of comittments and there's that fear of following the same steps. Some get so upset and altered with the separation that they don't even thing on relationships or families.


Felizmente não sofri nada nesse aspecto, mas compreendo esses casos e compreendo também as pessoas que por e simplesmente não querem ter o trabalho de se casar. Compreendo também as pessoas que levam isso a sério e que valorizam o casamento e que gostam e querem casar, pois mesmo não parecendo todos têm uma coisa em comum. Todos, quer queiram, quer não, compreendem e têm a noção da enorme responsabilidade que é casar.

Luckly I never suffered from that, but I understand those cases and I understand people that just don't want to be bothered about marriage. I also understand those who take it seriously, that value it and like marriages and would like to get married, because all of those people have something in comun, even if it's not that obvious. All of them, rather they want it or not, understand and have an notion of the huge responsability that is marriage.


É assim que eu penso. Casar é um acto de enorme responsabilidade, pois 2 pessoas passam a ser 1. Nós deixamos de ser o Eu e passamos a ser o Nós e não é apenas espiritualmente e na escrita, somos o Nós na lei também. Pelas regras deixamos de ser 1 e nem toda a gente tem a maturidade e não está mentalmente preparada para esse tipo de submissão (sim, acredito que seja submissão, mas não uma submissão dominadora e dolorosa e castigadora, mas uma submissão onde teremos que andar a par com o nosso companheiro e teremos que abrandar o acelerar os passos até encontrar aquele ponto de equilíbrio). Uma relação em si é submissão, é compromisso, mas não tem que ser algo negativo.

That's the way I think. Marriage is a huge act of responsability simply because 2 people become 1. We stop being I and start being Us and it's not on the spiritual sense, we become We on the eyes of the law too. According to the rules we stop being one and not everyone is psychologically ready for that kind of submission (yes, I believe that it is submission, but not a dominating and painfull and punishing commitment. It's a submission were we have to walk hand in hand with out partner and when necessary we have to slow down or go faster to get an equilibrium). A relationship itself is submission, is compromise, but it doesn't have to be something negative.


Não estar preparado não é algo negativo também, nem é errado não querer esse tipo de submissão. É uma escolha das milhentas escolhas que temos que fazer na vida e felizmente não é uma escolha onde haja limites de datas. Como se sabe que está pronto? Honestamente, nunca se está pronto para nada e deve-se sim perguntar a nós próprios se somos ou não capazes de sacrificar tudo pela nossa cara metade e se temos paciência e disposição para lidar com todas as situações ao lado daquela pessoa todos os dias. Se conseguirmos responder sim com convicção a isso, então sim estamos prontos.

Not being ready is not something negative also, neither to not want that sort of submission. It's one of the million choices we got to make in like and the best thing about it is that there's no date limit. How do you know you're ready? Honestly, we're never ready for anything and what we should really ask ourselves is if we're able or not to sacrifice anything for your soulmate and if you have patience and disposition to deal with all sort of situations next to that person everyday. If you can answer yes witrh conviction to all of that, then yes we're ready. 



Por isso não vale a pena ter medo e por e simplesmente florescer e aprender ... juntos


So, it's not worth it to be afraid and just be brave and grow and learn ... together


Rita


Sem comentários:

Enviar um comentário